Wilhem Schmid considera-se um dos homens mais felizes do planeta pois conseguiu tornar a sua paixão numa profissão e por duas vezes. O auto-declarado ‘petrol head’ e amante de relógios trabalhou na BMW antes de ser nomeado CEO da A. Lange & Söhne em 2011. A paixão pelos carros vem do seu pai, dono de uma concessionária de carros. Aos 17 anos de idade, começou a colecionar carros e relógios e agora, 30 anos depois, continua a mantê-los.

No actual ambiente digital, Schmid gosta de estar em contato com o lado analógico das coisas e aprecia a complexidade alemã nos relógios, já que se parece com a complexidade dos desportos a motor. Como o CRONÓGRAFO de 1815, o DATOGRAPH PERPETUAL TOURBILLON, o TOURBOGRAPH PERPETUAL “POUR LE MÉRITE”, ou o novo TRIPLE SPLIT, que combina o refinamento técnico com um design eficiente. Se os carros são esculturas sobre rodas, então relógios são obras de arte para o pulso, essa é a ideia por de trás da parceria entre A. Lange & Söhne e o Concurso d’Eleganza Villa d’Este. Desde 2012, os melhores colecionadores de automóveis levaram o troféu, o LANGE 1 TME ZONE “Como Edition”. As razões de Schmid para ter criado um prémio obra-prima para “o carro mais bonito”, são para homenagear os engenhosos designers do passado e os colecionadores de hoje que têm esses tesouros para nós e para as futuras gerações.