Photo: Estelle Valente

Numa floresta de terror – com a orquestra ao fundo, na montanha – vivem três meninas órfãs, de 8, 12 e 16 anos: as primeiras macrocéfalas e cheias de curiosidade científica, as segundas obcecadas pelas regras sociais e filhas de um rei da Mesopotâmia, as terceiras tão volumosas que sentenciaram a morte da mãe com o seu nascimento. 

Photo: Estelle Valente

São três meninas a seis vozes. 

Photo: Estelle Valente

Os três pares de actrizes, com semelhanças físicas e tímbricas, povoam o palco num universo ligado ao cinema de terror e aos contos tradicionais infantis mais negros. 

Photo: Estelle Valente

Entre o nonsense, o delírio e a inocência extravagante, em forte ligação a uma essência musical, rítmica e polifónica, percorremos um caminho pela floresta desde a dissecação de sapos até à secreta introdução ao tabagismo. 

O espectáculo BANDA SONORA de Ricardo Neves-Neves e Filipe Raposo será reposto este mês no São Luiz Teatro Municipal de 22 a 24 de Março e seguirá em digressão para Loulé (Cine-Teatro Louletano 29 e 30 de Março) e Porto (Teatro Municipal do Porto, Rivoli  5 e 6 de Abril).