Categoria: Desfiles

Roselyn1

A coleção Resort 2017 da estilista Roselyn Silva foi apresentada no passado dia 25, a bordo do Iate Kuriakos - London.  Inspirada pela beleza natural da sua terra natal, São Tomé e Príncipe, e pelo ambiente sedutor do país que escolheu para viver, Roselyn Silva, apresentou este Verão a sua primeira coleção dedicada à jouissance de la vie.

Texto: Catarina Vasques Rito

Fotografia: Mário Galiano

Roselyn2

Resort 2017 é composta por peças que apelam ao jogo sedutor entre o corpo e o embalo natural das ondas do mar. Entre as peças desta nova linha da estilista, destacam-se os bodies de decote pronunciado, kimonos de médio e longo comprimento e os vestidos de saia rodada. As cores garridas e os estampados étnicos complementam a criatividade, percebendo que houve uma atenção em apresentar sugestões mais simples. A coleção Resort 2017 já está à venda na loja Roselyn Silva, no edifício Castilho, em Lisboa.

_DSF1457

A conhecida marca sueca apresentou ontem à noite, durante a semana da moda de Paris, a sua coleção da linha Studio para a Primavera-Verão 2017 que, para além de aderir pela primeira vez ao conceito “See Now Buy Now”, contou também com a estreia de uma gama masculina.

por Cristina Gomes, stylist

H&M-1

Em Portugal, cerca de 60 convidados tiveram a oportunidade de assistir ao desfile em live streaming e adquirir peças da coleção num evento exclusivo. Rita Pereira, Luísa Beirão e Ruben Rua, vestidos com looks H&M Studio, estiveram entre os convidados que incluíram, entre outros, Sara Prata, Bárbara Taborda, Cristina Santos Silva, Juliana Cavalcanti e Zé Manel.

H&M-2
H&M-3
H&M-4

O Clube de ténis de Paris foi o local escolhido para a apresentação da coleção e contou com uma primeira fila de luxo: Nicki Minaj, Alexa Chung, Lucky Blue Smith, Clémence Poésy e Sasha Lane .

H&M-5

A H&M Studio é uma coleção de edição limitada, centrada nas tendências, que no dia 1 de março revolucionou Paris com um desfile dedicado ao amor, à delicadeza e à paixão pelo ballet. Um desfile que contou com as supermodelos da atualidade, como Gigi e Bella Hadid, Winnie Harlow, Amber Valletta, Jordan Barrett. O modelo portugês Luís Borges foi também um dos protagonistas do desfile da marca.

Na coleção pode ver-se uma combinação entre a alta-costura e o sportwear, com peças em lã de corte definido combinadas com malhas finas, sedas volumosas e nylon transparente, folhos e destaques de rosa forte em contraste com anoraques monocromáticos e sandálias de trekking reinventadas.

As peças ficaram disponíveis logo a seguir ao desfile, e com clientes de todo o mundo a poderem comprar a coleção imediatamente online, não tendo que esperar pelo dia seguinte, em que ficou acessível em 180 lojas selecionadas.

H&M-6

Num dos desfiles mais esperados da semana da moda de Alta Costura, realizado em Paris, os jardins do Museu Rodin transformaram-se num cenário labirintico de conto de fadas.

Na sua primeira coleção de Alta Costura para a Dior, Maria Grazia Chiuri remeteu-nos para um conto de fadas, para um mundo de fantasia. O branco e o negro foram as cores predominantes no início do desfile, com silhuetas volumosas, plumas e complementos que se inspiravam na natureza. Seguiram-se o vermelho, as transparências, os vestidos florais, os tules, os brocados e o veludo, que transformaram o desfile num momentto de sonho e de magia.

Um desfile que celebrou 70 anos da Casa Dior e que manteve viva a essência de Christian Dior.

Por: Cristina Gomes

Com a coleção “Cultural Vibes” a marca Carlos Gil conduz-nos através de uma viagem temporal e cultural que atravessa os vários continentes, e que se materializa em peças femininas e audazes que refletem a personalidade e carácter inato da marca.

Oferecendo uma visão muito própria de um mundo altamente contrastante, a coleção resulta da exploração das várias culturas, dos diversos elementos clássicos e tradicionais, os volumes, a exuberância de cores, as estampas e os seus significados.

CULTURAL VIBES é uma narrativa que se desenvolve num ambiente revigorante de misturas inusitadas, jogos de pensamentos, conceitos e emoções, cores e materiais. Uma coleção que espelha o look de uma nova geração e uma nova maneira de vestir a moda, que gosta de explorar, misturar e reinventar.

Fotografia: Ugo Camera/PortugalFashion

É com Elegância e Sensualidade que Fátima Lopes imagina e cria o verão 2017.

Uma coleção composta por silhuetas inspiradas pelo mar e os seus múltiplos estados de alma, os seus reflexos cintilantes e os seus dégradés de azuis, as suas formas ondulantes e as suas inexoráveis comunhões de cores crepusculares.

A criadora transporta-nos num cruzeiro com um guarda-roupa prêt-à-porter para todas as ocasiões: um jumpsuit versão smoking contemporâneo, outro que se presta a um jogo de assimetrias, outro bustier com curvas precisas e gráficas, silhuetas para a noite com transparências audaciosas, vestidos cocktail inteiramente bordados por paillettés poeticamente fluidos e versáteis… Os tecidos foram meticulosamente escolhidos para garantir o requinte e a nobreza das peças: sedas cadi, satin, mousseline, linhos, pele, lã fria e rendas… Que se exprimem muito bem através dos brancos puros, dos azuis infinitos, dos pretos densos, dos vermelhos francos, dos rosas delicados e dos fúchsias profundos…

Uma coleção particularmente luminosa e sofisticada em harmonia com a quinta coleção de calçado Fátima Lopes.

Fotografia: Ugo Camera/PortugalFashion

É de escolhas, das nossas escolhas, que o universo criativo de Elsa Barreto para a primavera/verão 2017 se faz. Da magia das cores, da textura dos tecidos, dos padrões definidos e da combinação perfeita entre todos estes elementos nasce uma coleção absorvida pelo espírito destemido da busca constante da felicidade.

HAPPINESS representa um outro lado de Elsa Barreto: urbano, descomprometido e sofisticado, onde são delineadas complexas narrativas que surpreendem pela minúcia dos detalhes e jovialidade intrínseca do encanto feminino.

A visão de Elsa Barreto para a primavera/verão 2017 cria um jogo fantasioso entre o sonho e a realidade. As organzas, a fluidez dos tecidos, os folhos, conferem a HAPPINESS uma versatilidade e exuberância únicas, revelando um conjunto de peças romântico, divertido, leve e ultra-sensorial.

Fotografia: Ugo Camera/ PortugalFashion

No século XV, Portugal destaca-se como grande potência marítima. Navegadores experientes revertiam as adversidades do mar em proveito próprio. A Corrente das Agulhas, temida pelas suas grandiosas ondas e tempestades de inverno, era uma das zonas de habitual passagem dos aventureiros do mar com destino ao oriente, no seu percurso ao longo da costa africana.

A nova coleção SS17 adota o nome desta corrente, e procura no mar, nas suas criaturas e nos seus navegantes a envolvente estética. As cores e os motivos nascem no fundo do mar e afloram para a superfície. Os pretos e azuis das profundezas, os tons vibrantes dos recifes e os iluminados cinzas e rosa das areias. Jérseis esponjosos insinuam a pele espessa dos poderosos predadores dos oceanos, e criaturas como o grandioso polvo e o exuberante peixe-beta são representadas em mega padrões feitos em bases aguareladas. Leves rendas reinterpretam as redes de pesca. O lurex reflete o brilho das águas e das areias. O espirito náutico é revelado pela clássica combinação – azul, branco e vermelho – disposto em padrões de xadrez, riscas e letras aplicadas em estampas, bordados e recortes.

Volumes ondulados com diferentes densidades; franzidos que recriam as caudas dos peixes; e godés que representam as saias do polvo coco. Detalhes marítimos, transparências e sobreposições.

Emerge desta conjugação de ideias um casamento espontâneo entre a sofisticação e a simplicidade, com um toque adocicado de urbanidade, onde a nostalgia é abordada com um fresco sentido de modernidade.

Fotografia: Ugo Camera/ PortugalFashion