Virgílio Seco, um dos mais conhecidos joalheiros portugueses, inaugurou a sua mais recente exposição – “Mutações de Ouro e Prata” – na Galeria de Exposições da Casa-Museu Medeiros e Almeida, em Lisboa.

Composta por cerca de 30 peças de joalharia, desde colares, anéis, brincos e pulseiras, e dez objetos utilitários em prata, entre eles dois serviços de chá e castiçais, esta mostra estará patente ao público, com entrada livre, de 26 de janeiro até 18 de fevereiro.