José de Guimarães junto ao alfabeto africano. Wurth Foundation_©Benoit Linder.

“Volta ao Mundo” é uma grande retrospetiva da obra gráfica de José de Guimarães, que apresenta, na Biblioteca Nacional de Portugal (BNP), em Lisboa, uma seleção representativa da sua gravura produzida desde os anos 60 até final de 2018.

Com curadoria de Pedro Campos Costa e Raquel Henriques da Silva, a exposição baseia-se no acervo de obras que o autor tem vindo a doar à BNP, onde se encontra um exemplar de toda a sua gravura, num total que ascende a mais de 400 obras.

Série dos Amantes, 2000. Serigrafia sobre tela, 73×55 cm

A exposição, patente até ao dia 31 de Março de 2020, apresenta cerca de 170 gravuras, de diferentes épocas e técnicas, que revelam os percursos temáticos que ligam a arte de José de Guimarães às realidades e culturas de diferentes partes do mundo, da Mesoamérica ao Extremo Oriente, passando por África, sem esquecer os temas da sua geografia mais próxima, dos anos 60 até hoje.

Negreiros, 2010-2011. Monotipo, tinta de impressão aquosa, 66×50 cm

Para Pedro Campos Costa, que concebeu o espaço expositivo, “o conceito da exposição é a viagem, e propõe que esta Volta ao Mundo seja feita através de uma arquitetura de experiências, de espaço e de cor. Uma sucessão simples de salas de “museu” onde não existe nem princípio nem fim. Uma viagem sem destino. O espaço é constituído por quatro salas em torno de uma sala redonda e central. As salas resultam dos limites do espaço, adaptam-se às pré-existências criando formas, tamanhos, métricas e dimensões variáveis. A viagem começa antes de se entrar, cá fora, com as matrizes das águas fortes, serigrafias e outras técnicas da gravura”.

Ed. La Différence, 2006. Serigrafia, 27,6×28,8 cm

“Volta ao Mundo. Obra Gráfica de José de Guimarães” é também o título de um catálogo raisonné bilingue (português e inglês) que será publicado pela Imprensa Nacional, que assim se associa à BNP nesta iniciativa, no ano em que o artista completa 80 anos.

Quintette. Paris: Del Flor, 1998, f. 5. Boulders, 76×58 cm

BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL Campo Grande 83, Lisboa – Entrada livre Horário: 2a a 6a feira das 9h30-19h30; sábado das 9h30 às17h30; (fecha domingo)